28 de dez de 2009

Um Currículo bem diferente...


Em meados de 2008 recebí um currículo por e-mail de um baiano que foi considerado pelos recrutadores como o anti-exemplo. Entretanto, este currículo que viajou pela internet, rendeu ao seu autor algumas entrevistas e seus minutos de fama pela criatividade com que foi redigido.

Pesquisando descobrí que o rapaz está empregado em uma loja de artigos esportivos (
não pelo seu currículo pois seu atual empregador não o recebeu), tornou-se tema de sites de RH, e o fez até ser entrevistado por uma emissora afiliada da Globo na Bahia.

Como curiosidade, transcrevo-o abaixo, suprimindo os dados que revelam empresas empregadoras e telefones pessoais, por razões óbvias:


APRESENTAÇÃO PESSOAL

MEU NOME?

Lucas Lopes Batista – 23 anos. Não vou colocar meu cpf porque agora virou moda pedir cpf. Meu nome está no SPC, mas não é por que sou caloteiro é porque estou com um débito alto da faculdade e estou sem grana para pagar. Agora, se vocês me derem a oportunidade de trabalho com certeza pagarei mais rápido.

ENDEREÇO?

Eu moro no bairro de Nazaré – Salvador/ Ba. Não preciso mencionar a rua, pois acredito que no momento vocês não virão me visitar e nem me enviarão correspondências.

CONTATO

O telefone eu posso dar caso vocês queiram me ligar pra marcar uma entrevista. XXXX-XXXX/ XXXX-XXXX

Email: lukaolopes@gmail.com

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Estava cursando Produção Editorial na Hélio Rocha. Tranquei por problemas técnicos (no bolso); pretendo resolver o mais rápido possível para voltar logo!

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

A minha é grande! (Para quem tem 23 anos)

Estagiei na XXXXXXXXXXXXXXX. em 2001. Assim que sai de lá fui trabalhar numa locadora de filmes na Graça. Fiquei dois meses porque XXXXXXXX uma empresa maior (e melhor) me chamou. Comecei lá em 2002e sai em 2005. Foi a empresa que durei mais. Era muito boa. Lá eu aprendi melhor o relacionamento humano, como lidar com colegas de trabalho. Infelizmente o meu horário de trabalho estava atrapalhando na faculdade. (Uma pena, mas a fila anda). Coincidiu que no mesmo mês a XXXXXXXXX me chamou e eram só 6 horas e não atrapalhava na faculdade. Achei que lá era o Paraíso Tropical, mas de Paraíso não tinha nada. Era um trabalho chato e estressante. (Eu sou agitado, apesar de não parecer) detesto ficar sentado muito tempo. Depois de um ano quebrei as correntes da escravidão e fui pra uma locadora falida lá em Vilas do Atlântico (XXXXXXXXX). Lá eram 5 horas e pagava legal, mas como felicidade de pobre dura pouco; eu tinha um chefe-infernal (estilo Meryl Streep em “O Diabo Veste Prada”). Agüentei seis meses e pedi pra sair. Depois de três meses na dança-do-desempregado fui dar aulas de informática no XXXXXXXXXXXXXXXX (Vila Laura) e lá era tudo ótimo: chefe, colegas, alunos, só que como nada é perfeito, o salário não era lá uma Brastemp.Quando estava me acostumado com o lugar a empresa XXXXXXXXXX (que presta serviços pra Caixa) me chamou pra seleção e blá, blá, blá. O salário era melhor e como a grana fala mais alto (ou melhor gritaaaaa!) pedi pra sair do colégio com o broken heart (coração partido), mas fazer o quê? É a vida... é bonita e é bonita...Viver é não ter a vergonha de ser feliz. Agora estou aqui sendo sincero com vocês sabendo que meu New Currículo vai parar na próxima lixeira.

IDIOMA

Antes eu mentia coloca no currículo que tinha Inglês – fluente e Espanhol - básico

Tudo balela! Em Inglês, só sei “What´s your name, How are you” e etc.

Aliás, não sei pra que pedem inglês no currículo, sei da importância de possuir um idioma e pretendo aprender o inglês e outra língua que puder, mas realmente inglês para exercer funções simples é desnecessário.

CURSOS

Tenho os básicos Telemarketing, Informática (já com Windows Vista), Atendimento a Clientes e Vendas, Relacionamento Humano, Comédia Coorporativa.

TALENTOS

Não é querendo me gabar, mas é o que eu possuo de melhor, infelizmente nos cargos que ocupei não tive a oportunidade de mostrar meus talentos. Só na “A Fórmula” é que tive a oportunidade de organizar alguns eventos e mostrar um pouco minhas facetas.

Obs: A iniciativa de criar este currículo foi para inovar, porque assim vocês ficam me conhecendo melhor e evitam o transtorno de me chamar para uma entrevista, fazer eu gastar R$ 4,00 de transporte e me reprovarem numa dinâmica. Poupa meu bolso e poupa o tempo de vocês. E tem mais! Este currículo é só para pessoas dinâmicas e com a cabeça aberta. Se você for antiquado (a), museu, tiver alma de “velho”, com certeza jogará este currículo na lixeira. Mas estará perdendo a grande oportunidade de me conhecer! Desde já agradeço a atenção.


27 de dez de 2009

Nomes e Profissões


Este é da categoria "recebí por e-mail" e achei criativo. Sou uma caçadora de textos e imagens interessantes e vocês também podem mandar material mas não se esqueçam de informar a fonte, tá?


Nomes perfeitos para profissões

H. Ramos ..................professor de judô
Ana Lisa ..................trabalha em laboratório
P. Lúcia ..................fabricante de bichinhos
Pinto Souto ...............fabricante de cuecas
Marcos Dias ...............fabricante de calendário
Olavo Pires ...............balconista de lanchonete
Décio Machado .............guarda florestal
H. Lopes ..................professor de hipismo
Oscar Romeu ...............dono de concessionária
Hélvio Lino ...............professor de música
K. Godói .................médico (hemorróida)
Alberta Alceu Pinto ......garota de programa
Eudes Penteado ...........cabeleireiro
Sara Vaz .................mãe de santo
Passos Dias Aguiar .......instrutor de auto-escola
Régis Melo Dias ..........maestro
Edson Fortes .............baterista
Sara Dores da Costa ......reumatologista
Jamil Jonas Costa ........urologista
Ina Lemos ................pneumologista
Ester Elisa ..............enfermeira
Ema Thomas ...............traumatologista
Inácio Filho .............obstetra
Oscar A. Melo ............confeiteiro

Retirado de Toque de Motivação - http://www.umtoquedemotivacao.com.br




26 de dez de 2009

Deus nunca erra!



Um rei que não acreditava na bondade de DEUS.

Tinha um servo que em todas as situações lhe dizia: - Meu rei, não desanime porque tudo que Deus faz é perfeito , Ele não erra!


Um dia eles saíram para caçar e uma fera atacou o rei. O seu servo conseguiu matar o animal, mas não pôde evitar que sua majestade perdesse um dedo da mão.
Furioso e sem mostrar gratidão por ter sido salvo, o nobre disse: - Deus é bom? Se Ele fosse bom eu não teria sido atacado e perdido o meu dedo.

O servo apenas respondeu: - Meu Rei, apesar de todas essas coisas, só posso dizer-lhe que Deus é bom; e ele sabe o por que de todas as coisas
O que Deus faz é perfeito. Ele nunca erra!

Indignado com a resposta, o rei mandou prender o seu servo . Tempos depois, saiu para uma outra caçada e foi capturado por selvagens que faziam sacrifícios humanos.
Já no altar, prontos para sacrificar o nobre, os selvagens perceberam que a vítima não tinha um dos dedos e soltaram-no: ele não era perfeito para ser oferecido aos deuses.

Ao voltar para o palácio, mandou soltar o seu servo e recebeu-o muito afetuosamente.

- Meu caro, Deus foi realmente bom comigo! Escapei de ser sacrificado pelos selvagens , justamente por não ter um dedo! Mas tenho uma dúvida: Se Deus é tão bom, por que permitiu que você, que tanto o defende, fosse preso?


- Meu rei, se eu tivesse ido com o senhor nessa caçada, teria sido sacrificado em seu lugar, pois não me falta dedo algum. Por isso, lembre-se: tudo o que Deus faz é perfeito! Ele nunca erra!

Retirado de Toque de Motivação
- http://www.umtoquedemotivacao.com.br



25 de dez de 2009

Só observando...

(imagem do blog canção nova)

Texto recebido por e-mail que achei muito legal para ilustrar o Natal:

O pastor de uma igreja decidiu observar as pessoas que entravam para orar.


A porta se abriu e um homem de camisa esfarrapada adentrou pelo corredor central.
O homem se ajoelhou, inclinou a cabeça, levantou-se e foi embora.

Nos dias seguintes, sempre ao meio-dia, a mesma cena se repetia.
Cada vez que se ajoelhava por alguns instantes, deixava de lado uma marmita.

A curiosidade do pastor crescia e também o receio de que fosse um assaltante, então decidiu aproximar-se e perguntar o que fazia ali.
O velho homem disse que trabalhava numa fábrica, num outro bairro da cidade e que se chamava Jim. Disse que o almoço havia sido há meia hora atrás e que reservava o tempo restante para orar, que ficava apenas alguns momentos porque a fábrica era longe dali. E disse a oração que fazia:

'Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor me livrou dos meus pecados. Não sei bem como devo orar, mas eu penso em você todos os dias.
Assim, Jesus, hoje estou aqui, só observando.'

O pastor, um tanto aturdido, disse que ele seria sempre bem-vindo e que viesse à igreja sempre que desejasse.
'É hora de ir' - disse Jim sorrindo. Agradeceu e dirigiu-se apressadamente para a porta.

O pastor ajoelhou-se diante do altar, de um modo como nunca havia feito antes.
Teve então, um lindo encontro com Jesus. Enquanto lágrimas escorriam por seu rosto, ele repetiu a oração do velho homem...

'Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor me livrou dos meus pecados. Não sei bem como devo orar mas penso em você todos os dias.
Assim, Jesus, hoje estou aqui, só observando.'

Certo dia, o pastor notou que Jim não havia aparecido.
Percebendo que sua ausência se estendeu pelos dias seguintes, começou a ficar preocupado. Foi à fábrica perguntar por ele e descobriu que estava enfermo.

Durante a semana em que Jim esteve no hospital, a rotina da enfermaria mudou. Sua alegria era contagiante.
A chefe das enfermeiras, contudo, não pôde entender porque um homem tão simpático como Jim não recebia flores, telefonemas, cartões de amigos, parentes... Nada!

Ao encontrá-lo, o pastor colocou-se ao lado de sua cama. Foi quando Jim ouviu o comentário da enfermeira:


- Nenhum amigo veio pra mostrar que se importa com ele. Ele não deve ter ninguém com quem contar!!


Parecendo surpreso, o velho virou-se para o pastor e disse com um largo sorriso:


- A enfermeira está enganada, ela não sabe, mas desde que estou aqui, sempre ao meio-dia ELE VEM! Um querido amigo meu, que se senta bem junto a mim, Ele segura minha mão, inclina-se em minha direção e diz:


'Eu vim só pra lhe dizer quão feliz eu sou desde que nos tornamos amigos. Gosto de ouvir sua oração e penso em você todos os dias.
Agora sou eu quem o está observando... e cuidando! '



17 de dez de 2009

À Thabata, com carinho

Compras de Natal...

Não se trata exatamente de comprar presentes de Natal mas de comprar roupas. Essa época do ano nos leva a querer renovar o guarda-roupa porque já está de saquinho cheio de usar as mesmas peças durante o ano todo. Tá, não é o ano todo porque sempre que sobra uma graninha, eu compro uma blusa, ou ganho uma peça, e o visual vai se renovando durante os 12 meses, mas nessa época existe uma magia que nos leva a querer comprar outra peça, e outra, e outra...

Sou frequentadora de lojas populares, tipo Grippon, C&A, Bellissima. Nunca gostei de "boutiques", roupas de marca e coisas tais...

Mas tenho uma filha adolescente. Não preciso falar mais nada, né? E aí, passou de ano, fechou o Fundamental, e a gente se vê na obrigação de dar alguma coisa que ela gostaria de ter e que ficou buzinando no meu ouvido durante todo o ano. Aí tem uma tal de Mary Jane, guriazinha insuportável que eu já não aguentava mais, que nada mais é do que um tênis que virou moda. Que fulana tem, que sicrana comprou no final de semana.

E ficava nas vitrines, babando, se imaginando com uma Mary Jane no pé.

Tomei coragem e fomos nós. Como ela recebe mesada, pagou uma parte, eu paguei o resto. Mas essa historinha toda foi somente para ilustrar a situação que me levou a escrever este artigo.

Como observadora das atitudes profissionais, vivo comparando e avaliando os atendimentos que recebo. Nas lojas que frequento, é um horror. Qualidade no atendimento, satisfação do cliente, são palavras gregas nestes lugares. Eu, pessoalmente, não tenho muita paciência com esses atendentes. Não gosto que fiquem me seguindo, mas também não gosto que sumam quando resolvo que quero levar um ou outro item. Fico profundamente irritada, saio da loja e não piso mais lá. Ela é automaticamente desqualificada e é uma não conformidade crítica.

Entretanto, existem lugares que não tem jeito, sou obrigada a ir porque lá a tal peça que quero está mais em conta. E lá vou eu, enfrentar essas vendedoras e caixas mal humoradas e mal amadas, que nos atendem como se estivessem odiando nossa presença por perturbar seu sossego. Ué, essas meninas não ganham comissão não? Ou o emprego é mantido a base de outros artifícios que não o profissionalismo?

A maneira como as caixas pegam nossas peças (aquelas de que gostamos e que ficamos imaginando quão ficarão lindas em nosso corpo), arrancam a etiqueta como se estivessem depenando uma galinha, enfiam-nas no indefectível saquinho plástico preto (ou branco), amarram a boca e atiram o saco no balcão, quase atingindo nossa cara. É um horror. Não sei, madame que me lê, se na zona sul vocês são atendidas assim nessa lojinhas mas acredite, vocês não tem noção... Aqui é muito pior!

Obrigada a conviver com essa anti-cultura, lá vou eu, procurando ignorar ao máximo essas pessoinhas, cujo futuro é continuar atrás de um balcão de açougue, mercado, ou sei lá o que mais.
Não que esses profissionais não mereçam respeito. O problema está no fato de que alguns não valorizam seu trabalho, não pensam em crescer, se tornar gerentes, procurar empresas que os valorizem por sua dedicação, não entendem a máxima que diz: "não importa o que você seja; você pode ser um gari; mas procure sempre ser o melhor!". Ficam alí, choramingando e resmungando o dia inteiro.

E aí, entrei numa loja "de marca". Também não tive muitas experiências agradáveis pois as vendedoras de lá costumam achar que são a reencarnação da Lady Dy, com um detalhe: ela era humilde, coisa que passa longe do nariz dessas meninas.

Entramos na loja. Eu, cética e com cara de poucos amigos. Mas, de repente, fomos assediadas por uma vendedora que nunca ví igual. Nos atendeu na porta, ouviu o meu comentário gravado: - estamos só olhando, obrigada - e nos deixou à vontade. Mas não nos tirou de suas vistas. Quando percebeu o interesse da minha filha pelo tal tênis (Mary Jane, lembram?), correu para atendê-la. Vendo que ela não esboçou nenhuma reação com os tênis expostos na vitrine prontificou-se a descer todos os modelos que tinha no estoque. Perguntou o nº que ela calçava e num piscar de olhos sumiu de nossa visão. Demourou uns quatro ou cinco minutos (que para mim pareceu uma eternidade pois, como já disse, não gosto dessas lojas).

Qual não foi minha surpresa ao vê-la retornando com duas pilhas de caixas nas mãos, algo em torno de 7 ou 8 pares. Nos fez sentar e abriu todas as caixas. De cara minha filha se apaixonou por um dos modelos. Ela, a vendedora, prontamente providenciou uma meia para que ela calçasse e experimentasse o tênis. Aprovado, disse para que ela experimentasse sem a meia para sentir o quão confortável era. Escolhido o tênis, a vendedora já mostrou uma blusinha da dita Mary Jane (ela de novo) que foi prontamente avaliada pela minha filha. Enquanto eu perguntava o preço (meus Deus, socorro!) ela já me incentivava perguntando se ela havia passado de ano, se era boa filha e coisas tais.

Lógico, pegou no meu ponto fraco. - Claro! Ela passou! - Então mãe, ela não merece? - Merecer, merece mas, quanto custa?!?

Bem, depois do susto fez a menina experimentar, levou-a ao provador e era toda atenção. Tá, havia uma campanha na loja que deixaria o funcionário descansar no dia 24 se conseguisse vender mais acessórios.

Pelo encantamento, pela simpatia, pelo atendimento, enfim, por tudo e um pouco mais, acabei levando o tênis, a blusa e um par de meias (não era da Mary Jane, ufa!). Me ganhou, me encantou.

Tanto que me sentí na obrigação de parabenizá-la e incentivá-la a continuar a atender os clientes com esse carisma. Nos levou até a porta, nos cumprimentamos e saímos, eu e minha filha, satisfeitíssimas. Gastei muito? Sim. Para minha filha? Sim, claro. Mas foi uma combinação de prazer e satisfação. Me sentí a Lady Dy. Não fui atendida por uma. Eu fui importante.

Técnica de Venda muito bem empregada. Não sei se fez algum curso ou se é natural, mas escreví tudo isso para deixar registrado minha admiração pela Thabata (a vendedora) e torço para que ela consiga uma posição de destaque no que desejar fazer na vida. Obrigada por me fazer sentir bem gastando dinheiro. Não só pelo prazer de comprar, mas pelo prazer de ter sido bem atendida, com gosto de vou voltar.


10 de dez de 2009

Quem de nós dois

Existem músicas que parecem que foram feitas para nós, tamanha semelhança com que ela relata uma situação pela qual passamos. Hoje vou postar uma dessas letras mágicas, porque se eu tivesse que verbalizar o que estou sentindo, não seria tão fiel às minhas emoções como essa música da Ana Carolina:

Composição: Ana Carolina / Dudu Falcão / GianLuca Grignani / Massima Luca

Eu e você
Não é assim tão complicado
Não é difícil perceber...

Quem de nós dois
Vai dizer que é impossível
O amor acontecer...

Se eu disser
Que já nem sinto nada
Que a estrada sem você
É mais segura
Eu sei você vai rir da minha cara
Eu já conheço o teu sorriso
Leio o teu olhar
Teu sorriso é só disfarce
O que eu já nem preciso...

Sinto dizer que amo mesmo
Tá ruim prá disfarçar
Entre nós dois
Não cabe mais nenhum segredo
Além do que já combinamos

No vão das coisas que a gente disse
Não cabe mais sermos somente amigos
E quando eu falo que eu já nem quero
A frase fica pelo avesso
Meio na contra mão
E quando finjo que esqueço
Eu não esqueci nada...

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida

Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar
Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa
Falar só por falar
Que eu já não tô nem aí pra essa conversa
Que a história de nós dois não me interessa...
Se eu tento esconder meias verdades
Você conhece o meu sorriso
Lê o meu olhar
Meu sorriso é só disfarce
O que eu já nem preciso...

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida





21 de nov de 2009

Soluções Criativas

Recebí por e-mail sob o título "Ganhadores do Troféu Gambiarra 2009" algumas fotos que me chamaram a atenção. Fui pesquisar o site e encontrei pérolas que vou postar aqui e dividir com vocês.

É inacreditável como a criatividade humana elabora as mais diversas (e esquisitas) soluções para o dia-a-dia!

Problema: Você vive perdendo seu celular? Nunca se lembra onde o deixou pela última vez?


Existe outra solução:


Para o caso de ser roubado, você já pode preparar o seu celular de tal modo que o ladrãozinho não vai querer mantê-lo por muito tempo:
Basta substituir os nomes dos seus amigos e familiares da sua agenda de telefones por nomes "famosos" como Fernandinho Beira-Mar, Celsinho da Vintém, Milícia...


Mas se o painel quebrou, para que levar para o conserto se você mesmo pode dar um jeitinho:


Ih, sua cadeira quebrou o assento? Eis a solução:


Essa é uma idéia fantástica de reciclagem. Seu monitor antigão está largado lá no cantinho?


Por que não dar um conforto para o gatinho?

Essa é para os que nunca se lembram onde está o bendito controle remoto:


Se não gostar, tem essa outra:

E agora! O liquidificador quebrou e você precisa fazer aquela vitamina que tanto gosta? Resolvido o assunto. O único probleminha é que você precisará de uma mãozinha extra...


Colocarei outras pérolas aqui depois. Mas, para quem não tem paciência, o endereço é thereifixedit.com.

E se você também é do tipo que aplica soluções criativas em sua casa ou escritório pode mandar as fotos que terei prazer em publicar. Participe, vamos mostrar que o brasileiro também sabe dar seu jeitinho...





20 de nov de 2009

Texto recebido por e-mail

Quando uma mulher diz… na verdade ela quer dizer…

1 – “Certo”: palavra que as mulheres usam para encerrar uma discussão quando elas estão certas e você precisa se calar;

2 – “5 minutos”: Se ela está se arrumando significa meia hora. “5 minutos” só são cinco minutos se esse for o prazo que ela te deu para ver o futebol antes de ajudar nas tarefas domésticas;

3 – “Nada”: Esta é a calmaria antes da tempestade. Significa que ALGO está acontecendo e que você deve ficar atento. Discussões que começam em “Nada” normalmente terminam em “Certo”;

4 – “Você que sabe”: É um desafio, não uma permissão. Ela está te desafiando, e nessa hora você tem que saber o que ela quer…e não diga que também não sabe!;

5 – “Suspiro ALTO”: Não é realmente uma palavra, é uma declaração não-verbal que frequentemente confunde os homens. Um suspiro alto significa que ela pensa que você é um idiota e que ela está imaginando porque ela está perdendo tempo parada ali discutindo com você sobre “Nada”;

6 – “Tudo bem”: Uma das mais perigosas expressões ditas por uma mulher. “Tudo bem” significa que ela quer pensar muito bem antes de decidir como e quando você vai pagar por sua mancada;

7 – “Obrigada”: Uma mulher está agradecendo, não questione, nem desmaie. Apenas diga “por nada”. (Uma colocação pessoal: é verdade, a menos que ela diga “MUITO obrigada” – isso é PURO SARCASMO e ela não está agradecendo por coisa nenhuma. Nesse caso, NÃO diga “por nada”. Isso apenas provocará o “Esquece”);

8 – “Esquece”: É uma mulher dizendo “FODA-SE!!”;

9 – “Deixa pra lá, EU resolvo”: Outra expressão perigosa, significando que uma mulher disse várias vezes para um homem fazer algo, mas agora está fazendo ela mesma. Isso resultará no homem perguntando “o que aconteceu?”. Para a resposta da mulher, consulte o item 3;

10 – “Precisamos conversar!”: Fudeu!!, você está a 30 segundos de levar um pé na bunda;

11 – “Sabe, eu estive pensando…” : Esta expressão até parece inofensiva, mas usualmente precede os Quatro Cavaleiros do Apocalipse…
O PIOR, É QUE É TUDO VERDADE!


Ass: Sarah Gil.

Estava com saudades...

Olá,

Estive muuuuuito tempo longe mas conseguí retornar. Durante o tempo que não bloguei estava me preparando para uma auditoria de qualidade e ambiental que ocuparia uma semana nas dependências do meu cliente do qual gerencio o contrato de gestão de manutenção.

Mais recentemente tive problemas de saúde na família, estafei, mas tudo deu certo: passamos na auditoria, o familiar está melhorando e eu, recuperando e me curando.

Afinal, como disse Paulo Coelho, o guerreiro de luz às vezes precisa recolher suas armas, se resguardar para um período de reflexão e repouso, para depois retornar e combater o bom combate.
Então, explicações dadas, vamos ao que interessa.

Como o mundo não pára, passamos pelo blackout, fomos escolhidos para sediar as Olimpíadas de 2016, teremos a eleição digital em algumas partes do país, Barack Obama irá ganhar o Prêmio Nobel da Paz, terremotos, chuvas, Lula inaugura mais uma obra do PAC ao lado de Dilma Rousseff de olho nas eleições, helicóptero é abatido, pedras continuam sendo arremessadas de viadutos, comunidades sofrendo o terror da guerra civil, as forças armadas vão intervir, as forçar armadas não vão intervir...

E nós, que estamos passando incólumes por tudo isso, continuamos agradecendo Jesus todas as noites e pedindo sua proteção todas as manhãs, por nós e por nossos entes queridos...

É Brasil, és belo, és forte, impávido colosso!
Mas não fiques deitado eternamente em berço esplêndido,
Pois que filho teu não foge à luta!

Sou Brasileira, e não desisto nunca.


1 de out de 2009

Carta para a Esposa...


Essa é para relaxar
:

Querida,

Está tudo em ordem durante sua ausência.
Estou preparando meu próprio almoço.
Está dando tudo certo.
Ontem fiz batata frita. Ficou bom. Era preciso descascar a batata?
Fui buscar uns brioches na padaria e quando voltei o esmalte da frigideira tinha soltado e ela estava toda derretida. Inclusive o cabo. E você que me dizia que o teflon segurava qualquer coisa ..
Quanto tempo precisa para cozinhar ovos? Já deixei eles fervendo lá duas horas, mas continuam duros que nem pedra. Bom, vou aguardar um pouco mais...

Semana passada tive um contratempo cozinhando as ervilhas. Decidi esquentar a lata no microondas e ela explodiu. A lata decolou feito um foguete, atravessou o teto e acertou a filha do seu Freitas, nosso vizinho de cima. Ela foi parar no pronto-socorro. Ainda bem que eles tinham plano de saúde.

Já aconteceu contigo de a louça suja criar mofo? Como é possível isso acontecer em tão pouco tempo? Aliás, atrás da pia tem de tudo que é bicho, daqui a pouco vai dar para fazer um documentário e vender para o Nacional Geografic.

Durante o último almoço eu emporcalhei o tapete persa com molho de tomate.
Você sempre me dizia que mancha de molho de tomate não sai. Bobinha! Com um pouco de querosene não tive problema algum. Saiu tudinho, inclusive a cor do tapete.

A geladeira estava criando muito gelo, então tive que fazer um 'defrost' nela. O gelo sai fácil se você raspa ele com uma espátula de pedreiro!
Ficou ótimo, foi fácil e rápido, agora a geladeira não sei porque está aquecendo.

De toda forma, a carne ficou bem passada.
No mais, na última quinta-feira quando saí para o trabalho esqueci de trancar a porta. Alguém deve ter invadido nosso apartamento porque estão faltando alguns objetos de valor, inclusive aquele colar de marfim que seu bisavô trouxe da África. Mas como você sempre diz, o dinheiro não traz felicidade, e tudo que é material é efêmero...

O seu guarda-roupa também está vazio, mas acho que não devem ter levado muita coisa, afinal você sempre diz que nunca tem nada para vestir.

Beijos mil, com muito carinho, do seu querido

Afonso.

PS: Sua mãe deu uma passada aqui para ver como estavam as coisas. Sofreu
um infarto. O velório foi ontem à tarde, mas preferi não te contar para não te aborrecer à toa.

Volte logo, estou com saudades...

29 de set de 2009

Saudades: 1º capítulo


Quem não se lembra do seriado "Eu, a Patroa e as Crianças" (My Wife & Kids)?

Para inaugurar a coluna "O que aconteceu com..." vou começar com esta comédia, razoavelmente recente (de 2001 a 2005 com 123 episódios). Para as próximas, preparem-se... faremos uma viagem no Túnel do Tempo para saber o que aconteceu com aqueles que povoaram nossa adolescência (essa para a turminha dos "enta").

Bem, chega de conversa e vamos lá:



Damon Wayans (Michael Kyle)

Com 49 anos, está investindo mais na carreira de roteirista. Seu último trabalho no cinema foi "Behind the Smile", em 2006, estrelado e dirigido por ele. Neste mesmo ano também fez sua última aparição na TV em "The Underground".




Tisha Campbell-Martin (Jay Kyle)

Gravidíssima na última foto capturada na internet. Como o bebê estava programado para nascer em 8 de setembro, acredito que a esta hora já está curtindo o pimpolho, seu segundo filho. É membro do American Film Institute e produziu o curta "Luv Tale" que recebeu muitos prêmios.




George O. Gore II (Michael Kyle Jr)

Tem planos de se arriscar nos bastidores ou dirigindo em breve. Aliás teve a oportunidade de dirigir alguns episódios de "My Wife and Kids". Sem aparições, realizou alguns trabalhos de dublagem em desenhos (Thugaboo). Está com 28 anos.





Jazzmine Raycole Dillingham (a 1ª Claire Marie Kyle)

Não encontrei novos trabalhos da garota, hoje com 21 anos. Sua mãe a tirou do seriado antes de começar a 2ª temporada porque não gostou do rumo que o roteiro tomou (sem comentários).





Jennifer Nicole Freeman (a 2ª Claire)

Ao meu ver, técnicamente melhor que a primeira (eu diria até que era mais simpática) está casada com um jogador da NBA. Fez alguns trabalhos na televisão e no teatro. Também está grávida e seu primeiro bebê nascerá em outubro próximo do seu aniversário de 24 anos.






Parker McKenna Posey (Kady Melissa Jheny Spilken Kile)

Aos 2 anos já falava inglês e espanhol fluentemente. Com 14 anos, já apareceu em "Nova York Contra o Crime" e participou de um vídeo clip.





Noah Gray-Cabey (Franklin Aloysius Mumford)

Apesar de não ser da família, este pequeno gênio não poderia ficar de fora já que exerceu forte influência em vários episódios com sua genialidade real (aos 18 meses começou a tocar piano e aos 4 anos realizou sua primeira
turnê com a Sinfônica da Nova Inglaterra). Já participou de "Gray's Anatomy" e "CSI: Miami" e pode ser visto em "Heroes". Trabalha em um projeto chamado Action In Music que leva pequenos musicistas a outras cidades para realizar concertos e arrecadar dinheiro para orfanatos.


Pena que este seriado acabou e não há previsão de retorno apesar da tentativa em 2008.

Mas, valeu a experiência e rendeu boas risadas...

E, para matar a saudade:




Saiu a lista dos Melhores Amantes do Mundo!


É isso aí... e os brasileiros não saíram mal na foto!

Ficaram em segundo lugar, perdendo apenas para os espanhóis.

Tudo bem, é uma lista muito l-o-u-c-a para ser levada a sério mas, a título de brincadeira, vale como curiosidade.

Então, vamos lá:

1º lugar - os espanhóis
2º lugar - os brasileiros
3º lugar - os italianos
4º - os franceses
5º - os irlandeses
6º - os sul-africanos
7º - os australianos
8º - os neozelandeses
9º - os dinamarqueses
10º - os canadenses

Entre os piores, estão:

1º - os alemães (pelo odor horrível)
2º - os ingleses (os mais preguiçosos)
3º - os suecos (muito rápidos)
4º - os holandeses (muito dominadores)
5º - os americanos (grosseiros)
6º - os gregos (melosos demais)
7º - os galeses (egoístas)
8º - os escoceses (barulhentos)
9º - os turcos (suam muito)
10º - os russos (são peludos)

A pesquisa foi realizada pela OnePoll.com, site britânico de pesquisa de opiniões, que consultou mais de 15.000 pessoas em pelo menos 20 países.

N.B.: A foto acima é a Ilha dos Amantes (Lover's Island) revelada pelo Google Earth, ilha existente na costa da Croácia cujo nome original é ilha Galesnjak. Fonte: Maracatublog




8 de set de 2009

Prêmio IgNobel




Continuando o assunto sobre pesquisa científica, descobrí que existe uma premiação chamada de "Prêmio IgNobel" que vem a ser uma sátira do prêmio Nobel e é dado a cada outono para a descoberta científica mais estranha do ano. O objetivo é premiar pesquisas raras, honrar a imaginação e atrair o interesse público para a ciência. Foi criado pela revista de humor científico "Annals of Improbable Research (Anais da Pesquisa Improvável) e a cerimônia de entrega é realizada em Harvard.

Abaixo você encontrará alguns dos prêmios que considerei mais estranhos:

  • Os tatus podem misturar os vestígios em um sítio arqueológico. (Arqueologia, Astolfo Gomes de Mello Araujo e José Carlos Marcelino, 2008)
    O Professor Grant deve ter tido problema com eles antes de ir para Jurassic Park...
  • As pulgas que vivem nos cães pulam mais alto do que as que vivem nos gatos. (Biologia, Marie-Christine Cadiergues, Christel Joubert e Michel Franc, 2008) E isso vai mudar minha vida porque...?!?
  • Medicamentos falsos caros são mais eficientes do que os medicamentos falsos baratos (Medicina, Dan Ariely, 2008) Alguma coisa relacionada aos Genéricos ?!?
  • Montes de corda ou cabelo inevitavelmente embolam. (Física, Dorian Raymer e Douglas Smith, 2008) Ah tá! Lei de Murphy, não é?
  • Estudo teórico de como as folhas de papel amassam. (Física, L. Mahadevan e Enrique Cerda Villablanca, 2007) E como ficou o meio ambiente durante este estudo? Quantas árvores foram sacrificadas?
  • Pesquisa e desenvolvimento de uma "bomba gay" que poderia fazer com que as tropas inimigas se tornassem sexualmente atraídos uns pelos outros. (Paz, Laboratório Wright da Força Aérea dos Estados Unidos em Ohio, 2007) Essa é hilária! Imagine os homens do Bin Laden correndo atrás dos soldados americanos!
  • Estudo "Consequences of Erudite Vernacular Utilized Irrespective of Necessity: Problems With Using Long Words Needlessly" (Consequências do vernáculo erudito utilizado sem necessidade: problemas de se usar palavras longas desnecessariamente). (Literatura, Daniel Oppenheimer da Universidade de Princeton, 2007) É por isso que vivo externalizando minha teoria de que quando expressamos aquilo que intencionalmente desejamos verbalizar, este colóquio deve ser expresso em condições extremamente curtas e enfáticas...
  • Cálculo do número de fotografias que devem ser tiradas para assegurar que ninguém, em uma foto em grupo, apareça de olhos fechados. (Matemática, Nic Svenson e Piers Barnes de uma Organização Australiana de Pesquisa Científica, 2007) Prestarei bastante atenção para manter meus olhos bem abertos na próxima vez em que for fotografada...
  • Monitoramento elétrico da atividade cerebral de uma lagosta, enquanto ela assistia a uma seleção dos melhores momentos de "Guerra nas Estrelas". (Paz, Claire Rind e Peter Simmons da Universidade de Newcastle, Reino Unido, 2006) Será que ela era fã do Spielberg?
  • Relógio despertador que foje e se esconde, desse modo assegurando que as pessoas de fato saiam da cama e acrescentando assim muitas horas produtivas de trabalho (Economia, Gauri Nanda do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, 2006) Uau! Fico imaginando um relógio correndo pelo meio do quarto para não ser abatido pelo recém despertado...
  • Demonstração de que a espuma da cerveja obedece à lei matemática do decaimento exponencial. (Matemática, Arnd Leik da Universidade de Munique, 2002) Farei esta experiência da próxima vez que degustar minha cervejinha...
  • Relatório sobre a Assimetria Escrotal no Homem e na Escultura Antiga. (Medicina, Chris McManus da University College London, 2002) Imagine quantos pênis de estátuas essa criatura teve que observar para chegar a uma conclusão...
  • Comemoração do quinquagésimo aniversário do bombardeamento de Hiroshima com testes nucleares no Pacífico. (Paz, Jacques Chirac, presidente da França, 1996) Sem comentários!
  • Conclusão experimental de que 1.000 meditadores treinados causaram um decréscimo de 18% no índice de crimes violentos em Washington DC. (Paz, John Hagelin, 1994) Por favor, mandem esses caras para o Rio...
  • Medidores matemáticos da moralidade, pela sua estimativa, de quantos cidadãos do Alabama irão para o Inferno se não se arrependerem. (Matemática, Igreja Baptista Sulista do Alabama, 1994) Ufa! Ainda bem que não moro lá...
  • Descoberta de que a água (H2O) é um líquido inteligente, e por demonstar que a água é capaz de se lembrar de acontecimentos muito depois de todos os vestígios desses acontecimentos terem desaparecido. (Química, Jacques Benveniste, correspondente da revista "Nature", 1991) A pergunta que não quer calar: e como se extrai a memória da água?!?
  • Explicação de como as civilizações foram influenciadas por antigos astronautas extraterrestres. (Literatura, Erich von Däniken, autor de "Eram os Deuses Astronautas?", 1991) Ei, eu lí esse livro! Fenômeno em vendas...
Algum comentário?!?









7 de set de 2009

Acordo Brasil-França: Soberania Nacional?



Amo meu país. Acredito que não tenhamos poder bélico para enfrentar uma invasão.

Sei que nossas Forças Armadas estão sucateadas em termos de aviões, caças, submarinos e outros tantos equipamentos de defesa nacional. Entretanto este acordo franco-brasileiro não está me convencendo já que as informações que venho colhendo me fazem duvidar do real objetivo desta aliança.

O Greenpeace realizou três "flash mob" (mobilizações relâmpago) em protesto contra este acordo no Rio, em São Paulo e em Salvador. Essa transação marca a retomada do programa nuclear brasileiro e a saída dos cofres públicos de aproximadamente R$ 28 bilhões para o desenvolvimento de um submarino nuclear, a construção de um estaleiro e de uma base para submarinos nucleares aqui, na minha cidade maravilhosa. Sem contar que a escolha da construtora (Odebrecht) foi imposta pela empresa francesa DCNS e que, para a operação do estaleiro, será constituída uma sociedade com 50% das cotas sob controle da construtora, 49% com a DCNS francesa e apenas 1% com a Marinha do Brasil, conforme informação do blog Poder Naval.

O que mais me assusta é que estaremos atentando contra acordos internacionais que impedem a transferência de tecnologia nuclear para evitar a proliferação de armamentos nucleares no mundo.

Na década de 70 nosso acordo nuclear com a Alemanha nos trouxe usinas superfaturadas, ultrapassadas e com enormes atrasos na construção e na implementação. Em se tratando de Brasil, infelizmente um lugar em que a marioria dos governantes só tem olhos para seus próprios bolsos, onde é permitido atropelar a Constituição, onde a punição aos homens de terno e colarinho branco é substituída pela distribuição de pizzas patrocinadas pelo Congresso Nacional, onde não há transparência nas negociações governamentais (já que este próprio acordo feriu a lei 8.666 que trata de licitações), é realmente assustador e preocupante assistir passivamente o desenrolar desta aliança.

Não entendo de estratégia militar, acredito, repito, que precisamos aumentar nossas defesas. Mas acredito também que a supremacia que tanto buscamos não será conquistada com guerras, com fome, com mais sacrifício dos brasileiros, povo tão dócil e acomodado no que diz respeito a manifestar-se em prol dos seus direitos.

Vamos olhar para nossa Amazônia com carinho, protegendo-a, saindo do 4º lugar humilhante da lista dos países responsáveis pela poluição mundial.

Vamos adquirir caças e submarinos para proteger nosso país, nosso território, defender nossas florestas, nossa raça, nosso povo e nossas crianças, das drogas, da violência, das doenças, das epidemias.

Parece que o 7 de Setembro será marcado não pela independência brasileira mas pela dependência aos franceses. Devemos realmente comemorar?


6 de set de 2009

Cientistas: Heróis ou Vilões?




Estou juntando material para descobrir a resposta à essa pergunta.

Pessoalmente, estou mais propensa a acreditar que 80% dos cientistas são vilões. Você, caro(a) leitor(a) com certeza achará minha afirmativa um tanto ou quanto ignorante mas, vamos às minhas observações:

"A bomba atômica mais poderosa do mundo é a B83, que tem o poder de destruição de duzentas bombas iguais à utilizada em Hiroshima. Isso significaria uma destruição de quase 15Km²."

"Cientistas da Universidade de Harvard disseram (...) ter dado início a uma pesquisa para clonar embriões humanos como forma de obter células-tronco. O financiamento da pesquisa é totalmente privado para driblar restrições federais à pesquisas desse tipo."

"Um grupo de pesquisadores da universidade londrina de King's College anunciou (...) que pretende clonar embriões a partir de óvulos de coelho e núcleos de células humanas. Os embriões seriam formados, na maior parte, por matéria procedente de coelhos, mas teriam DNA humano (...)."

"Um dos fatos que mais está intrigando cientistas e teólogos é a grande quantidade de estudos que estão sendo realizados em laboratórios, cujos objetivos é explicar os mistérios religiosos, ou procurar Deus dentro do cérebro humano, usando os instrumentos e métodos da ciência (...).
Pesquisas desse tipo já estão sendo realizadas em cerca de 30 faculdades de medicina nos Estados Unidos.(...)
Vale lembrar que os investimentos financeiros para este fim nunca foram tão altos. É o caso da fundação John Templeton Foundation, dos EUA, que está investindo grande quantidade de recursos para apurar a veracidade dos escritos bíblicos (...).
"

"Praticamente todas as informações sobre nutrição vêm das companhias de alimentos e da mídia. E ambas preferem divulgar abordagens simplistas para dietas, enfatizando novidades isoladas em lugar
do conhecimento básico adquirido pelos cientistas. É por isso que se faz alvoroço toda vez que algum estudo mostra que um ou outro nutriente isolado pode fazer bem. Muita gente acha difícil seguir recomendações nutricionais porque tem a impressão de que os cientistas mudam seu ponto de vista de um dia para o outro, a cada nova pesquisa. Isso é uma distorção da mídia e de alguns cientistas. Aliás, boa parte das pesquisas científicas é financiada pela indústria, o que compromete sua isenção.
(...)
Para começar, as empresas alimentícias financiam departamentos acadêmicos, institutos de pesquisas e sociedades médicas, além de apoiar conferências e revistas científicas. É questionável quando isso corrompe a integridade acadêmica dos pesquisadores. Um dos estudos mais badalados é o que relaciona uma vida saudável à chamada dieta Mediterrânea regada a azeite de oliva. (...) os artigos que falavam dessa dieta vieram de uma conferência financiada pelo Conselho Internacional do Azeite de Oliva.(...)
Fiz um levantamento do que saiu recentemente nas revistas científicas. Um estudo afirmando que cereais matinais ricos em fibras podem reduzir o risco de câncer foi feito por um funcionário da Kellogg's. Outro dizia que margarina era melhor que manteiga para reduzir os níveis do colesterol ruim e foi financiado pela Associação Nacional dos Produtores de Margarina. Um dos famosos estudos que associam a ingestão de duas a cinco taças de vinho por dia com redução de mortalidade foi patrocinado pelo Instituto Técnico do Vinho Francês."


Bem, concordo que muitos cientistas trabalham com o objetivo de melhorar a qualidade de vida do ser humano, encontrar soluções para as mazelas do planeta ou remédios eficazes para as doenças, mas acredito que esses estudos seriam mais eficientes se não houvesse uma enxurrada de outros tantos cientistas estudando e criando meios de destruição em massa, manipulação genética, opressão de mentes, e outras tantas pesquisas que exigem a aplicação de fundos multimilionários focados para o fim da raça humana e do planeta.

Por que até hoje não foi descoberta a cura para o câncer? Ou para a Aids?

Por que, com tanto conhecimento tecnológico, não conseguimos ainda resolver o problema da seca? A quem interessa manter a indústria da fome?

Eu tenho as respostas para essas e outras tantas perguntas. Mas, com certeza, posso ser processada por isso como aconteceu à apresentadora norte americana Oprah Winfrey. Em 1996, ao entrevistar um ativista vegetariano, comentou que por receio da epidemia da vaca louca, havia parado de comer hambúrgueres. Foi processada pelos pecuaristas dos Texas em U$ 10 milhões por incitar o medo na mente dos consumidores. A boa notícia é que ela foi inocentada 4 anos depois após ter gasto U$ 1 milhão em advogados.

Então, como minha conta bancária ainda não permite que eu exponha publicamente minhas opiniões, ou melhor, não aponte o dedo aos culpados pelo atraso científico que nos atinge a décadas, fica a mensagem subliminar.

Para terminar, uma frase de Platão:
"Uma vida não questionada não merece ser vivida."



20 de ago de 2009

Sobre a Lei Anti-Fumo

Ou "Como me tornei uma criminosa..."



Muito bem, vocês venceram... Agora faço parte da facção mais criminosa do Rio de Janeiro!

Estou condenada a não mais frequentar bares, danceterias, restaurantes, lanchonetes, edifícios, ou quaisquer outros lugares a não ser quartos de motéis, terreiros ou participar de peças teatrais (é, restaram três opções: fazer sexo, baixar santo ou virar atriz...).

Sinto-me acuada, perseguida, condenada, vilipendiada, ferida nos meus direitos como cidadã.

Tá bem! Concordo que a fumaça do meu cigarro incomoda os não fumantes. Concordo que devo respeitar o direito que as pessoas tem de não fumar. Concordo que existem lugares em que o tabagismo é inaceitável. Apoio até! Não quero que meus filhos fumem. Nunca oferecí cigarro a um não fumante. Nunca baní um não fumante das minhas relações, da minha casa, do meu prédio. Nunca fui preconceituosa com qualquer não fumante que cruzou meu caminho, nunca virei a cara, fiz muchocho ou entortei o nariz. Mas daí a dizer que sou a culpada pelo buraco na camada de ozônio, pelas doenças do mundo, pela praga do século... já é exagero.

Sou da época em que fumavasse dentro das salas de aulas, em ônibus, nos escritórios. Tive zil patrões que fumavam. Médicos que fumavam em seus consultórios. Faziam parte do meu grupo social. E era "chique" fumar. Os filmes de Hollywood retratavam isso. Não dá para imaginar Humphrey Bogart, James Dean, Rita Hayworth e até, mais recentemente, Keanu no filme "Constantine", sem um cigarro entre os lábios.

Para me fazer concordar com essa lei inconstitucional, somente quando criarem a lei anti-álcool. Lógico, porque a bebida mata mais do que 5.000.000 de carteiras de cigarro no Maraca! Quando fumo 200 cigarros por dia, não bato nos meus filhos, não tiro a vida de pessoas no trânsito, não torro o saco dos outros com a boca torta, não me torno violenta, não agrido ninguém. É! E aí, como ficamos? Que tal uma balada sem bebida alcoólica? Não seria legal não cruzar com bêbados, não ser agarrada insanamente por um bebum? E as drogas que rolam nessas baladas? E os red-bulls da noite?

E se estamos falando em lei, por que não nos preocuparmos com as drogas, com a poluição, com os maus gestores da máquina governamental, com as pizzas do Congresso, com o descaso das autoridades, com hospitais que matam, com escolas que não ensinam, com o desmatamento, com as balas perdidas, e tantos outros assuntos muito mais sérios, mais preocupantes, mais alarmantes, mais letais para nossa geração, para a geração dos nossos filhos, netos e assim "ad infinitum".

O assunto é controverso, é polêmico. Será que agora vão criar o grupo dos F.A. (Fumantes Anônimos)?

Deus, dai-me a serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar as coisas que eu possa e sabedoria para que eu saiba a diferença. (Reinhold Niebuhr, Oração da Serenidade)

As representações do mundo social assim construídas, embora aspirem à universalidade de um diagnóstico fundado na razão, são sempre determinadas pelos interesses de grupo que as forjam. (...) As percepções de social não são de forma alguma discursos neutros: produzem estratégias e práticas (sociais, escolares, políticas) que tendem a impor uma autoridade à custa de outros, por elas menosprezados, a legitimar um projecto reformador ou a justificar, para os próprios indivíduos, as suas escolhas e condutas. (Chartier, Roger. A História Cultural. Entre práticas e representações. Rio de Janeiro: Bertrand, 1990. p. 17) (transcrito por Miguel Angel Schmitt Rodriguez)

Já não querem nos convencer, querem nos enxotar. Tratando os fumantes como leprosos que precisam ser erradicados da paisagem, o front antitabaco - o mais pernicioso dos movimentos que pretendem legislar sobre a vida dos outros - não difere muito dos médicos nazistas, que assumiam uma postura de "médicos da sociedade" (ou raça) (...)
Tratando o tema como uma guerra - que está próxima da vitória -, o front antitabaco se comporta como um grupo mais "esclarecido" ("como eles podem colocar uma coisa suja na boca?") que busca a harmonização ("temos que abandonar os vícios") à força, através da desmoralização e proibição. Nos apresentando uma matemática cada vez mais complexa para mostrar que um fumante é um potencial homem-bomba num espaço fechado. (Transcrito do Blog Canaca, de Jean-Philip Albert Struck, Julho-2007).


N.B.: estou fumando neste exato momento... Me denuncie!





17 de ago de 2009

Volta às Aulas


DESABAFO


Hoje nossas crianças voltaram às aulas depois de 2 semanas de adiamento.

Lembrei-me que voltar das férias escolares de meio de ano era sinônimo de rever colegas, contar as novidades, observar as diferenças físicas dos amigos (mais altos, mais gordinhos ou mais magrinhos, mais desenvolvidos...) e rever os professores favoritos. Lógico, também tinha o lado chato como rever os professores que nos causavam cólicas, matérias novas, provas, testes...

Era a oportunidade de tínhamos de voltar a frequentar a biblioteca, a cantina, malhar na educação física tentando recuperar a maleabilidade esquecida nas férias, acordar cedo, fazer o dever de casa...
Mas tudo isso mudou.

Hoje nossas crianças voltaram às escolas com medo. Medo no olhar da meninada, medo no olhar das mães.

Elas precisam estudar mas, sob que preço? Correndo o risco de serem acometidos de uma gripe que vem perturbando a vida do planeta, a paz de nossos lares?

Sérias e rigorosas orientações foram dadas logo no portão de entrada: sem abraços, sem beijos, lavem as mãos de 15 em 15 minutos, garrafas de álcool em gel espalhadas em cada sala, utilizar sua própria garrafa de água, só faltou entregarem máscaras nas salas...

O medo e o terror tomaram conta deste retorno às aulas.

Como manter as crianças a um metro de distância umas das outras em salas em que estudam mais de 30 alunos? Como afastá-los na hora do recreio?

Vamos rezar para que ninguém adoeça. Já teremos que enfrentar a reposição das aulas perdidas, e todos sabemos que recuperar tempo perdido é complicado. Aulas aos sábados, redução do tempo para curtir a infância ou a adolescência, tudo por conta de um vírus mutante que nos tira a paz de espírito.

Foi triste. Foi assustador. E assim será até que essa onda passe e retorne o maremoto chamado dengue.

Em breve nossos filhos estarão indo para a escola em um novo uniforme: capas plásticas da cabeça aos pés, evitando qualquer contato.

Mais um modo de nos afastarmos uns dos outros.

É triste de se observar a neurose em que se instalou em nossas vidas, em nossas casas, em nossas escolas...

Até quando? Aos profissionais da saúde pública: quero soluções, quero minha vida de volta, quero receber meus filhos que estão chegando da escola e perguntar como foi o dia, o que aprenderam, e não se eles se cuidaram, se lavaram as mãos, se alguém espirrou ou tossiu perto deles. Quero minha sanidade de volta.

Já não basta matar um leão por dia? Já não basta convivermos com a violência?

Qual será a próxima guerra silenciosa que nos obrigarão a enfrentar?


9 de ago de 2009

Hoax e Lendas Urbanas

Ou... essas pessoas não têm mais o que fazer?!?



Hoax, conforme definido pela wikipédia, "é uma história falsa recebida por e-mail, sites de relacionamento e pela internet em geral, cujo conteúdo consiste em apelos dramáticos de cunho sentimental ou religioso, supostas campanhas filantrópicas, humanitárias ou de socorro pessoal que trazem em seu corpo um link contendo virus que podem destruir, contaminar ou formatar o disco rígido do computador". (n.b.)

Ainda na wikipédia, "essas histórias são escritas com o intuito de alarmar ou iludir aqueles que a lêem e instigar sua divulgação o mais rapidamente e para o maior número de pessoas possível."

Quem nunca recebeu ao menos uma dessas em sua caixa de e-mail? O que as torna mais triste é que são divulgadas por seus amigos e colegas, o que nos leva a crer que ainda existe um número muito grande de pessoas desavisadas que acreditam cegamente em tudo o que recebem e crêem que divulgando, estarão colaborando por um mundo melhor...

Elas surgem disfarçadas de comunicado do Ministério Público, Delegacia da Receita Federal, Polícia Federal, Ministério da Saúde, Instituições Bancárias, enfim, totalmente maquiadas com o logotipo das instituições para que possam passar credibilidade. São intimações, cartões, fotos de acidente, fotos de ensaios sensuais, cenas censuradas, tv digital, promoções, viagens de avião, heranças, transferências bancárias.

Eu mesma já repassei uma dessas mensagens que acabam nos atormentando, como acontece com casos de crianças desaparecidas. Como mãe, essa mensagem apelou para meu lado emocional e concordei em divulgar para os amigos. Curiosamente, uma das minhas amigas resolveu ligar para o tal número que constava no apelo e ao atenderem a ligação informaram que a menina já havia sido encontrada há 2 ou 3 anos. Ela me contou o fato e ficou muito claro para mim que embora a mensagem fosse verdadeira, já estava defasada e não havia meios de desativá-la até porque a internet é um meio de comunicação muito poderoso de forma que uma vez lançado o apelo, ele ficará rodando por décadas nas caixas de correio de todo o planeta... Imagine então quando essas histórias são falsas e alarmantes.


A Lenda Urbana, já conhecida antes da era digital, que era passada de boca em boca, até hoje costuma nos apavorar. A mulher de branco nos banheiros das escolas já perseguiu minha vida quando ainda estava sentada nas cadeiras escolares (e olha que eu morava em Brasília nesta época!) e continua, de tempos em tempos, assustando nossos filhos e filhas que juram que a amiga da amiga já viu essa criatura que invadia sorrateiramente os banheiros das instituições educacionais. Cá entre nós, será que essa "alma penada" não tem mais o que fazer? Tanto tempo já se passou e ela ainda não encontrou uma atividade mais útil em sua vida de além túmulo?


Esta semana chegou uma mensagem de cunho social, instruindo que nos casos de sequestro relâmpago deveríamos manter a calma e digitar nossa senha inversamente (ex: sua senha é 1234, você deveria digitar 4321) que alertaria a polícia através de um dispositivo instalado nos caixas eletrônicos dos estabelecimentos bancários. Já calejada com essas histórias, pesquisei no Google e, quem diria, encontrei a mesma história devidamente explicada pelos blogueiros que também se deram ao trabalho de pesquisar a veracidade da informação. Reenviei a mensagem a todos que estavam listados no tal e-mail alertando para o fato de que tratava-se de uma mentira. Anexei o texto e o link no intuito de que essas pessoas não se iludam com esse procedimento caso entrem em uma situação de sequestro. Espero que a mensagem siga internet afora desmistificando a informação.

Se eu conseguir alcançar algumas dezenas de máquinas já estarei satisfeita. Pelo menos terei feito meu papel social na rede. Convoco todos a fazerem o mesmo, sempre que receberem uma dessas mensagens. Basta pesquisar no site Quatro Cantos dentre tantos outros. Lá você encontrará muitas lendas urbanas desmascaradas por ordem alfabética (uau, que trabalheira...). Se a história estiver lá, e se você tiver um tempinho, mande-a de volta com a explicação ou o link anexado. Vamos derrubar esses hoax que poluem a www.

Mas se receberem qualquer mensagem que solicite um clique em algum lugar, por favor, não o façam. É vírus, meu povo!

(n.b.) o texto não foi fielmente transcrito.

E essa foto? É real ou um hoax? Se quiser saber a resposta, vá em http://www.museumofhoaxes.com/tests/hoaxphototest4.html e faça o teste.


5 de ago de 2009

Um Defeito Incorrigível da Mulher



Recebí este e-mail e achei muito interessante. Não sei quem é o autor (ou autora) porque muitos dos textos que chegam em nossa caixa postal rodam pela web sem autoria. Mas, seja quem for, estava muito inspirado. Veja se não tenho razão:

Quando Deus fez a mulher, já estava nas horas extras do seu sexto dia de trabalho.

Um anjo apareceu e Lhe disse:
- Por que gastas tanto tempo com esta?

E o Senhor respondeu:
- Você viu minha Folha de Especificações para ela? Deve ser completamente lavável, porém não ser de plástico, ter mais de duzentas partes móveis, todas arredondadas e macias e ser capaz de funcionar com uma dieta de qualquer coisa e sobras, ter um colo que possa acomodar 4 crianças ao mesmo tempo, ter um beijo que possa curar desde um joelho raspado até um coração ferido, e fazer tudo isso com somente duas mãos.

O anjo se maravilhou com os requisitos.
- Somente duas mãos... Impossível! E este é somente o modelo "standard"? É muito trabalho para um só dia... Espere até amanhã para terminá-la, Senhor.

- Não o farei - protestou o Senhor. Estou muito perto de terminar esta criação, que é a favorida de Meu próprio coração. Ela já se cura sozinha quando está doente e pode trabalhar dezoito horas por dia.

O anjo se aproximou e tocou a mulher.
- Porém a fizeste tão suave, Senhor!

- E suave - disse Deus - porém a fiz também forte. Não tens idéia do que pode aguentar ou conseguir.

- Será capaz de pensar? perguntou o anjo.

- Não somente será capaz de pensar, mas também de raciocinar e negociar.

Então, notando algo, o anjo estendeu a mão e tocou a pálpebra da mulher...
- Senhor, parece que este modelo tem um vazamento... Eu Te disse que estavas colcoando muitas coisas nela.

- Isso não é nenhum vazamento... É uma lágrima - corrigiu o Senhor.

- Para que serve a lágrima? - perguntou o anjo.

E Deus disse:
- As lágrimas são sua maneira de expressar sua sorte, suas penas, seu desengano, seu amor, sua solidão, seu sofrimento e seu orgulho.

Isto impressionou muit o anjo.
- És um gênio, Senhor. Pensaste em tudo. A mulher é verdadeiramente maravilhosa.

- Sim, ela é! A mulher tem forças que maravilham os homens. Aguentam dificuldades, carregam grandes cargas físicas e emocionais, porém têm amor e sorte. Sorriem quando querem gritar, cantam quando querem chorar, choram quando estão felizes e riem quando estão nervosas. Lutam pelo que acreditam. Enfrentam a injustiça, não aceitam "não" como resposta, quando elas acreditam que haja uma solução melhor. Se privam para que sua família possa ter algo.

E continuou:
- Vão ao médico com uma amiga que tem medo de ir. Amam incondicionalmente. Choram quando seus filhos triunfam e se alegram quando suas amizades conseguem prêmios. São felizes quando ouvem falar de um nascimento ou casamento. Seu coração se despedaça quando morre uma amiga. Sofrem com a perda de um ser querido mas são ainda mais fortes quando pensam que já não há mais forças. Sabem que um beijo e um abraço podem ajudar a curar um coração ferido.

- Porém há um defeito incorrigível na mulher:

É que ela se esqueceu o quanto vale!


2 de ago de 2009

Gripe Suína - mais uma vilã em nossas vidas




De tempos em tempos nosso planeta é acometido por algum vírus mortal que varre parte da nossa espécie da face da Terra. O vírus da vez é o Influenza A (H1N1), mais conhecido como "gripe suína", que vem matando sem dó nem piedade nossos irmãos de caminhada.

A vacina ainda está em processo de fabricação e existe uma força mundial trabalhando na criação da nova vacina, com previsão de chegada ao Brasil para 2010 como explicado pela Srª Fernanda Scavacini na coluna "Tire suas dúvidas" do Jornal O Globo.

A gripe tem evoluído de forma mais grave nas gestantes e para tentar entender o comportamento mais agressivo do H1N1 com as grávidas, a Fiocruz analisará amostras fornecidas pelo IML das mulheres que faleceram acometidas desta gripe. A Secretaria de Saúde informou que as grávidas com sintomas do vírus receberão o antiviral Tamiflu antes da confirmação da doença, como ação preventiva.

Para ajudar no esclarecimento, resolví blogar algumas dicas que recolhi pela Internet:

  • Se precisar ir ao Hospital ou a um Posto de Saúde, jamais coloque as mãos nos olhos, nariz ou boca, sua ou de seus filhos, já que o contágio se dá pelo contato com secreções como saliva e muco nasal de alguém infectado.
  • Teoricamente, quem já foi acometido pela gripe e ficou curado estaria imune como ocorre com a gripe comum; entretanto, no caso de mutação deste novo vírus, uma nova contaminação pode acontecer.
  • O vírus sobrevive até 72 horas fora do organismo, o que significa dizer que se alguém infectado espirra sobre uma mesa, corre-se o risco de pegar o vírus mesmo depois que essa pessoa tenha saído do ambiente, bastando tocar nessas gotículas e esfregar a mão no rosto.
  • Os sintomas da gripe são: febre acima de 38°, tosse, dor de cabeça, dor no corpo e dificuldade respiratória. Deve-se procurar o atendimento médico imediatamente.
  • Os sintomas podem aparecer em até 5 dias após o contágio.
  • A distribuição do Tamiflu é realizada pelas Secretarias Estaduais; o médico orientará onde o paciente poderá retirar o medicamento.
  • O uso de máscara não é totalmente eficaz para prevenção da gripe.
  • Procure manter sua casa arejada, lave sempre as mãos com sabão ou álcool em gel e, para as pessoas que estão em tratamento devem procurar ficar isoladas em seus lares, espirrar e tossir em lenços descartáveis, nem compartilhar objetos pessoais como toalhas, talheres, copos, fronhas, etc.
O total de mortes confirmadas no país já chegou a 68. Em 2008 nosso inimigo era o "aedes aegypti", o mosquito transmissor da dengue, que neste ano resolveu atacar no norte e nordeste do país. Agora estamos envolvidos com a "gripe suína". Além das providências que somos orientados a tomar, só nos resta rezar e agradecer a Deus diuturnamente por nossas vidas.

Sinceramente, eu só gostaria de entender como esses vírus surgem do nada e devastam a vida de tantas famílias. Faz lembrar aquelas Teorias da Conspiração que são divulgadas para explicar o extermínio de alguns grupos. E você, já tem alguma teoria sobre o assunto?