15 de jun de 2011

O melhor amigo do homem (denúncia)



Fonte da imagem: TSgt. Manuel J. Martinez

Em 05 de maio, com o comunicado da morte do Bin Laden pela imprensa, lí uma matéria que me deixou chocada. Se fosse da Sociedade Protetora dos Animais, faria um mega esforço para criar alguma legislação que proibisse esse tipo de "arma" utilizada pela polícia americana (sempre eles, lógico).


Segue abaixo a reprodução da matéria, publicada em www.tecmundo.com.br:


"Não foram apenas os soldados da equipe militar norte-americana os responsáveis pelo sucesso da missão de achar e matar o terrorista Osama Bin Laden no dia 1° de maio. O cão que auxiliou o grupo de 75 militares no Paquistão possui treinamento especial, modificações no corpo e até equipamento próprio para participar dessas operações.O jornal The Daily realizou uma reportagem que expôs o treinamento e as funções da unidade canina do exército norte-americano, que pode ser tão perigosa quanto os fuzileiros. Entre os acessórios equipados no cão, destacam-se máscaras de oxigênio para saltos aéreos, uma microcâmera para transmitir imagens ao comandante e outros soldados, uma escuta para receber ordens diretas do treinador e uma vestimenta bem ventilada que aguenta até pequenos fragmentos de artilharia.
Os 2,7 mil animais em atividade no país são treinados para suportar condições de guerra, como temperaturas altas ou saltos de veículos em movimento. Além disso, o exército frequentemente substitui a dentição dos cachorros, implantando próteses de titânio que são comparados a pequenas lâminas – sob o custo de U$S 2 mil por dente. Desse modo, além de escolta e reconhecimento de locais, os animais também servem como unidade de ataque.
O farejador de bombas que acompanhou a caça a Bin Laden deve agora ser colocado para adoção, caso não participe de nenhuma outra atividade militar.
Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/9937-cao-que-participou-de-busca-por-bin-laden-tem-ate-dentes-de-titanio.htm#ixzz1P7NIwBRD"


Já sou totalmente contra a utilização de animais como os cães para combate, e agora chegam ao cúmulo de arrancar os dentes dos animais para substituí-los por titânio (pequenos volverines) além de torturá-los em treinamentos insanos (e acredito que muitos não sobrevivem), para, após alguns anos, na hora de curtirem a aposentadoria como heróis de guerra, serem colocados para adoção. E quem adotaria?
Logicamente, condená-los à morte seria tão cruel como a vida que levam mas deveria ser obrigatório, registrado nos artigos da conduta militar norte-americana, que cada treinador, cada soldado, capitão, sargento, ou quem quer que tenha trabalhado com eles, os adotem, por respeito, por amor, por gratidão.
Pelo menos isso é o que se espera dos seres ditos humanos...
Fica a denúncia.

12 de jun de 2011

A arte de criar Arte



Pegando uma carona na postagem da minha mais nova colega Ana M M Pereira, em seu blog "Ler ou não Ser", lembrei do meu dom adormecido de artesã.


Em uma de suas últimas postagens, ela escreveu sobre 


Reduzir... Reutilizar... Reciclar... Artesãs que Realizam!



Gente, acho que um dos dons que Deus nos deu, e que me deixa fascinada, é a criatividade, a arte de criar objetos e, embarcando na premissa mundial em que devemos procurar reciclar sempre, criar uma peça utilizando outras que já existiram antes, com outra finalidade e que, por não ter mais essa função, torna-se um objeto de grande valor (não financeiro, mas sentimental, artesanal) é, por si só, um ato de criatividade divina.


Já produzí decorações para festas infantis, bijouterias, peças em EVA, pinturas em gesso, cartões em papel vegetal, dentre outras coisas que já nem lembro mais, mas minha última incursão no mundo do artesanato foi justamente o reaproveitamento de materiais que normalmente vão para o lixo, transformando-as em  peças de luxo (ops, como diz meu blog, do lixo ao luxo...).


É gostoso ver o resultado deste trabalho. É compensador.




Parabéns àquelas pessoas que se dedicam de corpo e alma a essa arte.


Fotos do artigo: Mandalas que criei a partir de CDs inutilizados.

Reinventando minha vida: Atividades Prazerosas



Olá, antes de contar como foi meu retorno do Ashram, resolví compartilhar minha mais nova experiência.
Matriculei-me em um curso de Parapsicologia na Faculdade Simonsem (cursos comunitários) em Realengo, e ontem foi minha primeira aula.
Simplesmente a-d-o-r-e-i. Quem mora no Rio, deveria inscrever-se na próxima oportunidade, se bem que se você se inscrever ainda nesta semana, conseguirá pegar a partir da 2ª aula. Pena que são 4 aulas somente, aos sábados, das 14:00 às 18:00. Custa somente R$ 15,00.
O professor é o Marcio Pontes, psicólogo renomado, palestrante, possui um consultório em Bangu e um site incrível. Em seu blog, também publica artigos muito úteis para quem procura qualidade de vida. Já o acompanhava há alguns anos, recebendo mensagens semanalmente, mas conhecê-lo foi mais incrível ainda. 
Possuidor de uma mente brilhante, perspicaz e repleta de conhecimento transcedental, foi um prazer assistir à sua primeira aula.
Fomos do Big Bang à Fisíca Quântica, passando por Newton, Rivail, Maçonaria, Revolução Francesa, Precognição, Recognição e, logicamente, Jesus, Biblia, Vaticano, e tantos outros assuntos que se relacionam entre si de uma forma como eu nunca havia tido tempo para analisar.
Nota Dez para o curso e tenho que certeza de que quando acabar, ficará um gosto de quero mais na minha mente, ávida por conhecimento.
Já me inscreví no outro curso dele, Controle da Mente, que começará em julho. Quem fez, aprovou.
Não pretendo perder esta oportunidade.
Afinal, estou me reinventando...