26 de mai de 2012

Já não bastasse o Bulling, agora existe o Sexting


Às vezes me desligo das notícias porque entro em depressão com tantos absurdos protagonizados pelo ser humano que habita este maravilhoso planeta.

Tanto que somente agora tomei conhecimento de uma prática que está se alastrando entre nossos jovens: o sexting. Se você estava tão desligado(a) como eu, vamos à definição.


Sexting significa veiculação de fotos ou vídeos eróticos pelo celular, com um agravante: não é a coelhinha da Playboy nem o gostosinho de uma revista destinada ao público gay. Trata-se de exibição de fotos próprias, de amigos ou amigas, completamente nus, ou de vídeos nas mesmas condições.

Um estudo realizado em Londres descobriu que quase 40% dos jovens que frequentam o último ano do ensino fundamental já convivem com essa prática. Algumas meninas relataram que as fotos ou vídeos são enviados aos seus celulares diariamente, pressionando-as a aceitarem a mensagem. Alguns garotos declararam que a exibição dessas fotos acaba sendo imposta pelos colegas pois caso não queiram participar da divulgação, serão considerados gays pela turma, o que poderia deixá-los em uma situação mais desconfortável ainda.

Desconheço a existência de algum estudo deste nível no Brasil mas não sou inocente a ponto de achar que nossas crianças também estão sendo vítimas deste modismo que acompanha a evolução da tecnologia. A banalização do corpo e do sexo é fato consumado mas o envolvimento de um grupo tão jovem é crime e como tal deve ser combatido.

Lá (em Londres) já existe uma linha disponível para denunciar esta aberração. E aqui? Se você souber, ajude-me a divulgar.

Acorda Brasil!



Fonte: http://www.huffingtonpost.co.uk/peter-watt/sexting-nspcc_b_1538749.html?ir=UK%20Lifestyle
Imagem: connectmidmissouri.com
Postar um comentário