5 de jul de 2011

Jesus Extraterrestre



Blasfêmia? Ultraje?


Não, apenas o estudo sobre Este que foi para mim o maior Ser Iluminado que já pisou em nossa humilde orbe, sob um novo olhar analítico e, convenhamos, o tema não tem nada de surreal.


Partindo de pesquisas em documentos históricos como a Bíblia, evangelhos apócrifos, documentos sumérios, só para citar alguns, Leo Mark lançou o seu primeiro livro da trilogia "Jesus Extraterrestre", com o subtítulo "A Origem".


Adquirí o áudio-livro mês passado e já estou nos capítulos finais. Posso antecipar que é fascinante, empolgante, onde a ficção e fatos obtidos dos estudos mencionados são mesclados de tal forma que um leigo no assunto tenderá a achar que trata-se apenas de ficção.


Embora, pessoalmente, eu prefira uma leitura mais catedrática (e porque não dizer didática) do tema, a maneira como os fatos históricos são inter-relacionados, nos conduz a explicações plausíveis para alguns mistérios que fascinam os mortais sedentos de informação como essa que vos escreve.


Bem, mistério nos leva a especulações sobre acontecimentos sobrenaturais (para mim, completamente naturais), teorias da conspiração, ufologia, filosofia, espiritualidade, religiosidade, discussões polêmicas, enfim, um leque de elementos que estudo desde meus longínquos 14 anos de idade.


A origem de Jesus para mim não foi uma revelação já que basta analisar o Novo Testamento com um olhar mais atento, para percebermos os vários sinais que Jesus deixou de que não pertencia a este mundo. Mas sobre este assunto, dedicarei um artigo exclusivo. 


Voltando à publicação, não posso opinar sobre a versão impressa mas, como audiolivro, os diálogos e a forma como é narrado nos mostra que a idéia de tempo-espaço a que estamos acostumados a vivenciar é na realidade uma sequência atemporal onde fins e meios são justificados no passado, presente e futuro. Isso se explica pela técnica de fazer-nos pular do Big-Bang ao nascimento de Jesus, do 11 de setembro de volta ao passado com o assassinato de J.F.Kennedy, em um emaranhado de fatos e informações que mantém um estreito relacionamento entre si.


Lançado simultaneamente no Brasil e nos Estados Unidos, a obra promete abalar as estruturas da igreja e da sociedade. Com a proximidade de 2012, obras do gênero são o tipo de literatura mais procurada, até pelos céticos. 


O autor já ganhou o apelido de Dam Brown brasileiro e acredito que esteja esperando o melhor momento em que todos estiverem esfomeados pela continuação, quando todos os caminhos para divulgação do primeiro volume estiverem esgotados, para tirar da gaveta o segundo volume. Aliás na entrevista com Ronnie Von, ele comentou que está com viagem marcada para o final do ano, momento em que estará nos Estados Unidos negociando com produtores cinematográficos a filmagem da primeira "fornada".


Como pesquisadora, gostaria que o autor disponibilizasse mais elementos históricos em seu site a fim de estruturar melhor sua tese com base em elementos palpáveis, como fez em um dos seus artigos no site jesuset.com.br, em que abordou a publicação em 2004 no DailyMail (jornal Inglês) sobre a exigência do então presidente americano J.F.Kennedy ao diretor da CIA (agência criada no mesmo mês em que aconteceu o "caso Roswell") para que compartilhasse todos os documentos secretos sobre UFOs.


Existem momentos no audiolivro que considero fantasiosos mas, como possuo a mente aberta, a exposição de material para estudo dos internautas, bem como a bibliografia, seria muito bem vinda. 


Fica então a sugestão e aguardo ansiosamente seus comentários.



Postar um comentário